Como ter Alta Produtividade e Agilidade no Laudo do jeito certo no seu Setor

Como ter Alta Produtividade e Agilidade no Laudo

A otimização dos recursos é um ótimo caminho para conseguir melhores resultados quando se fala sobre laudos médicos.

No caso dos espaços voltados para o diagnóstico por imagem, aliar a qualidade à produtividade é algo fundamental, mas que deve acontecer acompanhado da redução de custos.

Assim, conforme uma determinada clínica passa por um crescimento, é importante aprender boas práticas para conseguir manter o desempenho sem perder em questões como o tempo gasto para a realização das atividades.

Desse modo, ao longo do artigo serão dadas algumas dicas que visam a agilidade e a alta produtividade no laudo médico. Continue a leitura para saber mais sobre isso!

Como ter alta produtividade e agilidade no laudo médico?

Os investimentos em tecnologia são fundamentais para que uma clínica de diagnóstico por imagem possa fazer as melhorias necessárias para aumentar os seus resultados em curto prazo.

Existem vários softwares que podem ser usados para vários processos internos destes estabelecimentos, sejam eles voltados para a digitalização de exames ou para a definição de fluxos de trabalho.

Biblioteca virtual de radiologia

Eliminar processos ultrapassados é o principal para conseguir melhorar a produtividade de uma clínica. Assim, consultar livros e outros materiais impressos é algo que precisa ficar no passado para que a rotina se torna mais ágil.

Diante disso, é possível criar uma biblioteca virtual de radiologia. Esta ferramenta vai possibilitar buscas imediatas de informações que ajudam na construção dos laudos. Além disso, ela pode ser aliada com outras tecnologias, como os sistemas de gestão e os de armazenamento de exames.

Relatório Gratuito:

Diagnóstico do Mercado de Telerradiologia 2022

Sistema de download progressivo de imagens

Em geral, a produtividade das clínicas de diagnóstico por imagem é impactada pela velocidade de downloads dos exames, que torna os processos mais lentos. Isso pode estar relacionado a problemas com a conexão à internet, mas existem meios de contornar o cenário descrito.

Um desses meios é a adesão a um sistema de download progressivo de imagem. Ele permite que o carregamento e a visualização sejam feitos de forma gradual, de modo que não é preciso esperar a conclusão para ter acesso às imagens.

Calculadora de volume

As calculadoras de volume são ferramentas interessantes na medida em que possibilitam a obtenção de medidas exatas, tanto para o volume propriamente dito, quanto para áreas. Assim, nódulos, tumores e órgãos podem ser mensurados com precisão.

Por exemplo, caso o médico encontre um tumor na imagem do sistema, ele precisará apenas selecionar a área coberta por este para que a calculadora de volume determine o seu tamanho, o que garante mais precisão e um resultado mais assertivo para o exame.

Caso este sistema não faça parte da rotina da clínica, será preciso fazer o cálculo com uma ferramenta externa e, então, somar os valores presentes na imagem. Outra desvantagem é que este processo está completamente sujeito à atenção humana, o que aumenta a possibilidade de erros.

Antes de pensar em implantar soluções tecnológicas, invista em capacitação

Como as soluções tecnológicas podem representar uma mudança grande em relação à rotina da clínica radiológica, é preciso investir em capacitação dos gestores e colaboradores, de modo que eles estejam aptos a operar os softwares.

Além disso, é preciso se preocupar em informar o público externo, como os pacientes, para que eles saibam acessar remotamente os resultados. Então, diante dos fatos destacados, vale citar que a inovação é um processo que demanda preparação cuidadosa. Gostou do conteúdo? Entre em contato conosco através do site e solicite uma demonstração!

Compartilhe essa publicação!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no linkedin

Diagnóstico do Mercado de Telerradiologia em 2022

Talvez você goste também