Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish

UM CASO DE LINFOMA COM APRESENTAÇÃO EXTRANODAL

A apresentação extranodal do linfoma ocorre em até 40% dos pacientes ao diagnóstico, sendo mais frequente nos casos de linfoma não-Hodgkin (LNH). Caracteriza-se pelo acontecimento de tecidos diferentes de linfonodos, timo e tonsilas, além do baço no caso de LNH.    No9 caso descrito, os exames de imagem evidenciaram, além das lesões cutâneas observadas à ectoscopia, acometimento da mucosa gástrica, pâncreas, rins, mamas, baço e frustro envolvimento nodal.   O acometimento renal, comum em casos avançados de LNH, pode apresentar-se como múltiplos nódulos bilaterais e homogêneos, massas solitárias ou por contiguidade de lesões adjacentes.

Os depósitos linfomatosos tendem a ser hipovasculares no estudo com meio de contraste venoso (Fig. 1). À RM, exibe hipossinal em T1 e hipo a isossinal em T2 em comparação com o parênquima renal.   No trato gastrointestinal, os achados mais comuns sçao espessamento focal da parede gástrica seguida de lesões polipóide. No intestino delgado, segundo sítio mais acometido pelo linfoma, manifesta-se como massa polipóide, múltiplos nódulos, espessamento mural assimétrico ou concêntrico que raramente evolui com obstrução intestinal.   

O pâncreas é acometido em 30% dos casos de LNH, geralmente por contiguidade, podendo apresentar-se como lesão0 focal circunscrita ou aumento difuso e hipo contrastação do parênquima (Fig. 2).   A esplenomegalia homogênea por infiltração difusa, seguida de lesões focais configuram os padrões de acometimento esplênico mais comuns. Na pele, a população linfomatosa tende a infiltrar a derme e subcutâneo, podendo organizar-se em nódulos e apresentar necrose central. As formas pulmonares de acometimento são raras e inespecíficas, presentes em 5% dos LNH.   

O diagnóstico definitivo depende da análise histopatologia, sendo o estudo imuno-histoquímico e de citometria de fluxo essenciais para determinação do subtipo histológico, definindo o prognóstico e direcionando a terapêutica. Neste caso, houve a confirmação de Linfoma de células T periférico sem outras especificações a partir de biópsia cutânea. O regime terapêutico é baseado na quimioterapia com esquema CHOP e sus variantes. O prognóstico dos pacientes é reservado, sendo estimada em 47% a sobrevida em cinco anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *